Sardinha

A Sardinha é um isco tradicional que nunca perdeu o seu lugar em todos os tipos de pesca e na pesca embarcada em especial. À margem de que, na actualidade, proliferam novos iscos, os iscos que ate á bem pouco tempo eram quase desconhecidos para a maioria dos aficionados, a Sardinha segue sempre presente na mente e no ranking dos iscos marinhos.

A “modesta” Sardinha tem muito a seu favor: primeiro o seu preço e a facilidade que o pescador tem de encontrá-las em qualquer mercado; e segundo, a sua demonstrada capacidade de atracção, que consegue graças a um penetrante aroma.

Entre os defeitos que se podem apontar, encontra-se o da sua pouca consistência ao iscar como principal inconveniente, e o de não ser muito efectiva se quisermos pescar peixes pequenos, que entrarão melhor a anelídeos ou pequenos crustáceos.

Não obstante, para a maioria dos peixes, em especial os de certa envergadura e todos os pelágicos, a Sardinha constitui um isco fantástico, sempre recomendável, E se é apreciador de pesca nocturna, não espere mais: compre um quilo de sardinha e linha de aço. Ah E não se preocupe se você comprou a mais: você pode comê-las (coisa imprudente com outras iscas) para substituir o que não é capturado, pode salga-las e usar em ocasiões posteriores, ou se não, amassa-las, adicione sal, areia e farinha, e faça um belo engodo, dá sempre óptimos resultados.


Partilhar:


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *