10 Dicas para o CHOCO




Texto: Ricardo Beja
Fotos: Autor e Arquivo

As melhores dicas para pescares mais Choco

10 DICAS FANTÁSTICAS QUE OS VÃO AJUDAR A APANHAR MAIS CHOCO

Como sabem a pesca do Choco tem ganho nos últimos anos centenas de novos adeptos, é uma pesca que se realiza todo o ano mas tem maior incidência de Março a Maio devido ao facto deste entrar no rio para a desova. É uma pesca super aliciante e divertida e que nos deixa completamente viciados. Para vos ajudar nas capturas vou dar aqui 10 dicas que acho super eficazes para apanharem estes divertidos cefalópodes.


1º A Cana de Pesca

Esta deve ser de fibra e relativamente parabólica, para quando fizermos a ferragem o choco não se rasgar nos bicos do palhaço e consequentemente aguentar as investidas do mesmo quando ele enche de água e se tenta libertar através do seu magnifico sistema de propulsão.
A cana tem um papel de extrema importância nesta pesca tão peculiar, já que permite travar ou melhor amortecer as violentas e rápidas investidas que o choco exerce.

2º O Carreto de Pesca

Deve ser leve e deve prevalecer a força em detrimento da velocidade a medida (4000) é a que uso e julgo ser a melhor para este tipo de pesca. Ao realizarmos a ferragem deveremos manter uma velocidade constante e não muito rápida, parando sempre que o choco se tenta libertar usando a propulsão.

3º O fio do carreto

Muita gente é apreciadora do uso de mono no carreto e tem bons resultados, no meu caso prefiro usar multifilar com uma baixada de mono com cerca de 5 metros. O mono a pouca profundidade é realmente bastante bom mas quando vamos para a profundidade a elasticidade que este tem pode não permitir uma boa ferragem. É óbvio que aquilo que escrevo se baseia na minha experiência e nos resultados que alcancei.


4º A Montagem

Há algumas que poderia falar mas aquela que uso é talvez a mais eficaz penso que a foto fala por ela mesma.

5º Os Palhaços

Como sabem este pequeno artefacto normalmente em forma de camarão é sem dúvida nenhuma o mais importante nesta pesca é nele que os chocos estão focados mas a escolha do palhaço nem sempre é fácil, normalmente começo por usar cores diferentes nas varias canas (azuis, rosas, laranjas e Verdes) e vou tirando as minhas conclusões, no nosso mercado existem milhares de palhaços e posso afirmar com toda a certeza que há palhaços muito bons a preços acessíveis e outros  caros que simplesmente não funcionam nas nossas águas ou apanham pouco choco . Aconselhem-se com amigos que pescam à mais tempo na compra dos palhaços, existem milhares de palhaços das variadíssimas marcas, e a maior parte deles só serve para lhes fazer peso e gastar dinheiro em vão.

6º Em Acção de Pesca

Quando iniciamos a pesca temos de ter em consideração que a deriva que fazemos em consequência  do vento ou da corrente não pode ser demasiado rápida (máximo 2 nós) se o for a pesca fica condicionada já que o choco têm tendência para não “atacar” o palhaço. Nessas situações é indispensável o uso do “Pilão” que não é mais que um peso com vários quilos preso a um cabo e ao barco que ao arrastar pelo fundo vai travando o movimento do barco e possibilitando que a pesca continue. Durante a pesca e se a deriva tiver com uma velocidade adequada só precisas de tocar nas canas quando vires a ponteira vergada e para ferrares, vejo muitas vezes o pessoal com as canas na mão a animarem, sinceramente considero um desperdício de energia, a não ser que a água esteja parada devido à ausência de corrente ou vento, ai sim, temos de animar os palhaços porque só assim os chocos se atrevem a atacar a sua presa.

7º A Actividade do Choco

Por motivos que não sei explicar os chocos nem sempre tem a mesma actividade a alimentar-se, num momento não sentes nada como de repente começam a comer como se não houvesse amanha. Se tiverem algum tempo sem actividade não desesperem faz parte, aguardem e continuem a insistir porque eles acabam por aparecer. Quando eles aparecem, temos de ser rápidos e eficientes, aprendi a não inventar muito, se eles estão embeiçados por uma determinada cor, então dêem-lhes essa cor não inventem, nada de trocar de palhaços para experimentar, é aquela que eles querem então é essa que lhe têm de dar. Nestas alturas e se tiveres a pescar com 2 ou 3 canas é muito normal terem chocos em todas elas, é lindo quando o choco está assim. Nestas alturas e para quem é menos experiente à a tendência para estarem sempre a pedir o xalavar, um erro crasso que faz parte da dica seguinte.


9º Escova de Dentes “A Arma Secreta”

Pode parecer incrível mas este utensílio na pesca do choco é importantíssimo, faz parte do estojo de “primeiros socorros” ao palhaço. Quando apanhamos um choco ou mesmo quando o deixamos fugir, temos de dar especial atenção aos bicos do palhaço. Se ficar “carne do choco” nos bicos e lançarmos para dentro de água é muito natural que o choco não se jogue, ele deve ter algum tipo de sensor que diz, não posso comer isto. Então só há uma solução puxar pra cima e com a escova limpar muito bem os bicos. Simples não acham? ;P

8º O Uso do Xalavar

Tenho reparado no meu barco e em outros que o pessoal sempre que ferra um choco seja ele grande ou pequeno pede o xalavar, já pensaram o tempo que perdem ao utiliza-lo? Para além disso estão constantemente a incomodar o vizinho do lado que deixa de apanhar para poder meter o vosso choco no xalavar, não faz sentido. Lembrem-se o xalavar é um auxilio à pesca mas nem sempre é necessário, só em caso extrema necessidade deve ser usado (Choco grande ou o choco abraçado). Por norma se houver uma ferragem eficaz o choco vem bem preso e 95% das vezes que tiro um choco dispenso o xalavar. Agora podem perguntar-me “Não perdes choco?”- Claro que perco, maioritariamente antes de o ver, ou seja, na subida, quando está visível vejo logo como ele vem agarrado ao palhaço e é muito raro perde-lo nessas circunstancias. Outra boa dica que os ira fazer perder menos tempo caso não consigam evitar o uso do xalavar é encurtar a rede do xalavar, os xalavares têm por norma uma rede enorme e os bicos do palhaço têm cá uma tendência para ficar presos, é um autentico martírio o tempo que se perde só para tirar o palhaço do xalavar eheheheh.

10º Agarrar e Condicionar o Choco

Pode parecer ridículo mas esta dica é espantosa, muitos de vocês não sabem agarrar o choco e quando agarram ele acaba por largar o forrado em vocês e por todo o barco, ficam como se diz… camuflados ehehehe. Outras vezes esquecem-se do bico que ele tem e pimba abre-lhes um buraco na mão. Para evitar tudo isso façam o seguinte:De uma só vez agarrem o choco por trás na Seiba (Carapaça) depois apertem o choco até ele largar a agua toda que tem dentro  e por fim coloquem num balde que seja fechado, se não o choco vai continuar a mandar tinta por todo o lado e fica uma javardice. Poupam bastante tempo a limpar o barco se seguirem estes procedimentos. Caso contrário, a solução é terem uma  esponja e bastante lixívia para o deixarem a brilhar de novo. Na foto em baixo o sacana não me deu tempo de nada… quando vinha em vôo ja estava a ser bombardeado eheheh “quem vai à guerra dá, mas também leva”

Para finalizar queria só dizer que tudo o que escrevi se baseia na minha experiência, não fui buscar informações a lado nenhum, se encontrarem algo que não lhes agrada ou que acham não ser assim, lamento mas não sou douturado na pesca do choco. Apenas transmito como faço e como pesco.
Desejo que o artigo seja útil a muitos de vocês e que para o ano possam meter em prática o que aqui sugeri. Bem haja a todos com muito choco e façam-me um pequeno favor… não joguem lixo para o Mar, ele não merece ser tratado com tanto desrespeito.

Abraços a todos
Ricardo Beja Caetano 


Partilhar:


4 Replies to “10 Dicas para o CHOCO

  1. boa tarde

    Venho por este meio pedir ajuda, gostava de comprar semi rigido com motor eletrico para pesca dos chocos, ja foi algumas vezes a pesca dos chocos com amigos mas gostava de ter semirigido, pode-me aconselhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *