O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


  Início

  Noticias&
  Reports

  Artigos

  Destinos

  Loja Online

  Fotos

  Filmes

  Blogs de Pesca

  Equipamentos

  Tutoriais

  Informações

  Outras Coisas

  Colaboradores

  Parceiros

  Newsletter

  Comentários


  

  Coordenador &
  Digital Designer :
   José Luis Costa

  Conteudos:
   Veja Colaboradores

  Publicidade:
   Contacto

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Uma cana Personalizada por  Eduardo Gelácio de Sousa da Piedade (conquilhaman).

Nos dias de hoje uma cana de fabrico em série é de facto a escolha normal do pescador, mas nos tempos que correm há de facto a possibilidade de acrescentar um brilho diferente a nossa cana e foi isso que fiz.

A cana foi apresentada ao meu irmão Fernando Sousa que é um artista gráfico e esta habituado a realizar trabalhos em aerógrafo.

A solução que lhe apresentei foi simples, uma cana forza 10 da colmic sobejamente conhecida no mercado foi a minha opção, a rápida resposta não tardou em chegar, o meu irmão fez um esboço com um esquema de cores em Laranja, Preto e Branco em que o tema principal é uma pintura tribal utilizada por os aborígenes Australianos.

A preparação é de facto a parte mais complicada, na primeira fase é limpar a cana, remover todo o verniz, autocolantes e tintas originais, a tinta deverá ser retirada com uma lixa muito fina de água.

Após uma limpeza profunda na cana é aplicado um primário para que a tinta escolhida possa aderir na perfeição, a secagem é rápida após a aplicação dos secantes, seguidamente é aplicado uma mascara em papel autocolante na qual se faz os recortes com uma lamina tipo bisturi com todo o design pretendido.

A pintura é aplicada por cima da mascara nas zonas que foram previamente recortadas e desenhadas, para realizar os sombreados foi utilizado a cor preto para realçar e fazer com que o trabalho fique com um aspecto muito idêntico ao original e ao nosso gosto.

A parte final e uma das fases mais complicadas é retirar a máscara com o máximo de cuidado para que não agarre a mesma e estrague todo o efeito pretendido.

Finalmente é aplicado varias camadas de verniz protector que leva cerca de dois dias a secar e após isso a nossa cana fica pronta a utilizar.

A pintura e personalização de uma cana dá origem a uma peça única e pessoal no mundo e só por isso acho que vale a pena fazer este tipo de trabalho … espero que gostem pois deve-se a este tipo de dedicação dada pelo artista e em sintonia com o pescador que existem estas canas tão pessoais ... como resumo final deixo-vos aqui algumas faces do trabalho realizado para que o pescador possa dizer com todo o orgulho … esta é “minha”.

A cana Aborígena é de facto um projecto no qual foi realizado com todo o amor e carinho que todos nós temos pelo nosso material.

Espero que gostem.

Eduardo Sousa (conquilhaman).

Share |


CURRENT MOON

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Privacidade Copyright © 2010 - 2014 www.pesca-embarcada.com Sobre