O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


  Início

  Noticias&
  Reports

  Artigos

  Destinos

  Loja Online

  Fotos

  Filmes

  Blogs de Pesca

  Equipamentos

  Tutoriais

  Informações

  Outras Coisas

  Colaboradores

  Parceiros

  Newsletter

  Comentários


  

  Coordenador &
  Digital Designer :
   José Luis Costa

  Conteudos:
   Veja Colaboradores

  Publicidade:
   Contacto

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Neste fim de semana anterior realizaram-se ao lardo de Setubal as duas ultimas rondas da 1ª divisão do campeonato nacional de Pesca em barco fundeado.

Conforme já era previsto todos os atletas deram o seu melhor na tentativa de melhorar os resultados que traziam das duas primeiras rondas realizadas em Vilamoura.

No primeiro dia o mar apresentou-se de feição para os atletas e a competição foi super renhida com os atletas menos bem classificados a fazerem bons resultados, complicando assim a tabela geral e tornando ainda mais competitiva esta divisão, ficando tudo em aberto para a ultima e derradeira jornada.

No segundo e ultimo dia de competição o dia acordou com muito vento e um mar super encrespado de norte como já era previsto, esta situação veio complicar muito a acção de pesca de todos os atletas, mas mesmo assim o peixe esteve presente apesar de muitos exemplares serem de tamanho inferior à medida legal de competição, fazendo esquecer o desconforto que é pescar nestas circunstancias que mais parece estarmos dentro de uma maquina de lavar roupa.

Se calhar seria de considerar a alteração da medida de algumas espécies, ao exemplo do que já foi feito em relação aos “diversos” que passaram de 18 para 17cm, principalmente dos sargos visto que a medida legal por lei é de 15cm e em competição é de 18cm como medida mínima, o que acontece muitas vezes é que ao exemplo de Setubal, muitos atletas viram na contagem final muitos exemplares serem excluídos por não terem medida (18cm) mas, que na realidade estão conforme a lei (acima dos 15cm), esta situação é algo inglória e na contagem final os resultados certamente seriam outros.

Sem dúvida foi um fim de semana onde a competição esteve ao rubro, é também de salutar o excelente convivio que houve entre os atletas da 1ª divisão e todos os outros que se quiseram juntar ao grupo e aos que ajudaram na organização. Os atletas estão muito unidos e é muito bom de ver este saudável convivio entre todos eles, são adversários mas ao mesmo tempo amigos uns dos outros, existe sem dúvida um elo de ligação entre os competidores desta divisão como nunca visto em mais nenhuma competição de pesca desportiva e com bastante tendência para aumentar visto que normalmente esta boa relação é contagiosa e concerteza se propagará a muitos mais.
Por isto tudo é de salutar pois estão todos de parabéns, são o exemplo da boa camaradagem e fair play entre adversários.

Realmente este ano a emoção foi até à ultima jornada com mudanças constantes e feitas as contas finais o atleta Pedro Ramos da Companhia dos Mares sagrou-se campeão nacional de pesca de Alto Mar 2011 da 1ª divisão, ficando os primeiros 5 atletas que farão parte da selecção nacional assim ordenada:

1º Pedro Ramos – C.ª dos Mares
2º Rui Soares – GN Olhão
3º Fernando Hilário – C.ª dos Mares
4º Cláudio Cristovão – Cavaquense
5º Silvio Santo – CN Povoense


De salientar ainda que no universo de 30 atletas a Companhia dos Mares conseguiu manter 5 atletas na 1ª divisão, para aqueles que não conseguiram os seus objetivos de certeza que para o próximo ano de 2012 haverá mais.
  Classificação oficial
 


Carrege no botão

 
 
 
Share |
 


CURRENT MOON

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Privacidade Copyright © 2010 - 2014 www.pesca-embarcada.com Sobre