O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


  Início

  Noticias&
  Reports

  Artigos

  Destinos

  Loja Online

  Fotos

  Filmes

  Blogs de Pesca

  Equipamentos

  Tutoriais

  Informações

  Outras Coisas

  Colaboradores

  Parceiros

  Newsletter

  Comentários


  

  Coordenador &
  Digital Designer :
   José Luis Costa

  Conteudos:
   Veja Colaboradores

  Publicidade:
   Contacto

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Fomos desta vez para fora de Portugal ao encontro do amigo  Robert De Sousa, este Português natural de Portimão está a dar cartas à já uns quantos anos na seleção de Alto mar do Luxemburgo, um excelente exemplo que os pescadores portugueses têm valor em qualquer parte do mundo.

Este é o resultado da nossa conversa sobre pesca de Lazer e Competição.

PE - Como é que a pesca desportiva entrou na tua vida?

RS - De origens Algarvia a pesca desportiva foi uma evolução normal. A pesca desportiva começou pelos meus 5 ou 6  anos na companhia do meu avô e posteriormente com o meu pai e irmão também, durante as férias do verão. Mais tarde ia com o meu irmão que estava no Algarve, para as praias da costa Vicentina ( Sagres, Carrapateira, Arrifana, Montes Cléricos etc...)  Com 13 anos, fui a primeira vez numa embarcação para o mar do norte ao bacalhao e ai realmente foi o começo da minha grande paixão pelo mar e pela pesca embarcada desportiva.

PE - Tens algum mentor na pesca? Alguém a que tu possas chamar de “mestre”?

RS - Propriamente aqui no Luxemburgo um mestre não tive, porque inicialmente quando era muito jovem aprendi o básico e depois evolui um pouco às minhas custas, ou seja , à custa da paixão que tinha pela pesca e por tudo aquilo que a envolve. Em Portugal tenho dois, o meu grande amigo Carlos Sousa de Olhão. Ensinou-me e deu-me conselhos de ouro e outro grande amigo o João Santos de Setubal que deu-me também muitos conselhos.
PE – Até ao momento quais são os teus melhores resultados desportivos?

RS - Na pesca embarcada, os meus melhores resultados foram as minhas prestações nestes 15 últimos anos no campeonato nacional ( Luxemburgo).
Campeão nacional: 1998/2000/2001/2002/2005/2007/2010 e mais 5 vezes no pódio como  vice-campeão o 3º do campeonato. Não posso deixar de contemplar as presenças em 12 Campeonatos do Mundo, com os resultados de 19º na Inglaterra em 2005, 14º na Holanda em 2008 e 14º na França em 2009 por individual.


PE - O que mais te marcou neste trajeto competitivo?

RS - Sinceramente, o que mais me marcou foram sem dúvida as amizades que fiz ao longo dos últimos 12  campeonatos do mundo. Fiz muitas amizades que nunca mais vou esquecer. Foram muitos os bons momentos passados com amigos pescadores do mundo inteiro e, sobretudo com os atletas Portugueses.
PE - E a pesca de competição? Como surgiu?

RS - A pesca de competição surgiu devido a um amigo com quem já pescava e que me desafiou a participar ao campeonato nacional, então participei na época 1997.
PE - Como todos nós sabemos Luxemburgo não tem mar…  Com o mar tão distante como fazes para treinar?

RS - Eu treino duas vezes por mês, a organização deve de ser igual como por ai, só o trajeto de 330 km é que faz a diferença, mas quando se gosta não se conta, a paixão pela pesca de alto mar é assim…
PE - Como fazem os campeonatos para apuramento da seleção do Luxemburgo?

RS - Para se apurar para a seleção do Luxemburgo é disputado um campeonato em seis mãos, sendo realizado em três fins de semana, os locais e datas são definidos pela Federação de Alto Mar do Luxemburgo, assim como os iscos e os respectivos sorteios das embarcações.
PE - O que achas que um atleta deve fazer para chegar ao topo da pesca de competição?

RS - Na minha opinião a humildade, inteligência, muito trabalho, paixão pela pesca, ter o espírito inovador e um pouco de sorte são os ingredientes para se chegar ao topo.
PE - Como Atleta federado o que achas do campeonato nacional Português?

RS - O campeonato Português é uma prova muito difícil, vocês têm atletas de grande qualidade de norte a sul, mas notei também que durante os últimos campeonatos do mundo que Portugal é a nação que mais elementos novos tem apresentado nos últimos anos e isso nem sempre é vantajoso.

PE - Porque dizes que nem sempre é vantajoso ter elementos novos na seleção nacional?

RS - Ter novos elementos numa equipa nunca é vantajoso sobre tudo num campeonato do mundo, onde é mais difícil fazer resultados, onde a experiência é primordial, saber observar, conhecer os adversários, saber lidar com eles para elaborar uma estratégia e a barreira da língua, isto tudo um elemento novo não tem porque nunca viveu uma situação de um campeonato do mundial.
Um exemplo disso são as equipas de topo como a Itália, França, Croácia que raramente se apresentam com elementos novos!
PE - Quer dizer com isto que não concordas com o método de apuramento dos atletas para a seleção nacional portuguesa?

RS - Eu não quero dizer que não concordo com o atual método, quero dizer é que tudo tem uma evolução e tem que ser adaptado para realizar os melhores resultado. É por isso que se chama uma "Seleção"

Eu como treinador nacional decidi à quatro anos em mudar o campeonato do Luxemburgo de quatro mãos para seis mãos e assim mudar o sistema. No Luxemburgo já não se pesa os peixes à quatro anos. Cada peixe com medida vale 10 pontos mais o tamanho do peixe (Ex: Um Badejo com 32 cm vale: 10+32 = 42 pontos)

Os pescadores do Luxemburgo sempre tiverem dificuldades na rapidez, com esta mudança de sistema estamos a valorizar os atletas mais rápidos e que sabem pescar mais exemplares no mesmo tempo, fazendo com que os atletas evoluam naturalmente.
PE - Estamos já a pouco tempo do inicio do campeonato do mundo em França 2012… como é que vai ser na tua opinião? Quem são os favoritos?

RS - O campeonato do mundo 2012 vai depender da situação meteorológica e assim da zona de pesca que os atletas vão poder pescar, saber adaptar-se a qualquer situação de prova sem afetar a análise e o seu desempenho competitivo.
Os favoritos para o campeonato do mundo 2012 vão ser sem duvida nenhuma os Italianos, Franceses e os Ingleses. Os Franceses jogam em casa, eles têm a obrigação de fazer um bom resultado, os Ingleses têm uma pesca muita semelhante e os Italianos porque todos nós sabemos a qualidade deles.


PE - Que tipo de preparação fazes para um mundial?

RS - As minhas preparações para os campeonatos do mundo correm sempre sobre dois anos, para a França já fui treinar em maio 2011 uma semana inteira e vou treinar uma semana antes da competição e assim já tenho uma idéia do que vai vir em setembro de este ano.

PE - Dos mundiais que já participaste onde gostaste mais de pescar?

RS - Sem duvida no sul da Inglaterra em Weymouth 2005, não conheço nenhum lugar onde se apanha tanta chopa de mais de 2 kg
PE - E o campeonato do mundo em Itália como correu?

RS - Individualmente fiz um 26 º lugar e com o Luxemburgo um 10 º lugar que é uma boa classificação para um país que não tem mar.
PE - Em 2013 vamos ter o campeonato do Mundo em Portugal, qual o local que gostavas ver realizar-se?

RS - Em Portimão, claro.  Jogava em casa... :0)

PE - Algum sitio em particular que gostarias de ver realizado um mundial?

RS - Gostaria muito participar a um mundial realizado no Algarve e naturalmente no mar do norte.
PE - Com esta crise que se houve falar todos os dias, como vês o futuro da pesca de competição em Portugal e no Mundo?

RS - Haverá sempre apaixonados por esta modalidade que é a pesca de competição. Quando se gosta não se conta a paixão é assim…

PE - Na tua opinião, deveria haver mais apoios a nível das marcas nacionais e internacionais para apoio desta modalidade? Em que sentido?

RS - Claro que sim, era muito bom para todos os atletas terem acesso a materiais de qualidade, canas, carretos, roupa própria para pescar, fios de ultima geração etc, por um preço mais reduzido e acessível e assim ajudar os atletas nos seus campeonatos e preservar a pesca de competição.
PE - Pescas com que cana(s)? e carreto(s)?

RS - As canas com que pesco são a “SERT - ENERGY S400 PSI” que vai ser também a minha cana para o campeonato do mundo na França em 2012 e a “ ARTICO – 360 TNT Dinamite Estrema “ , para Portugal  uso a “ARTICO LA150 ou LA200 “. O carreto é o SHIMANO AERO Technium 12000 XTA


PE - Que tipo de pesca embarcada gostas mais de fazer?

RS - Gosto muito de zagaiar no inverno aos bacalhaos e aos nossos amigos robalos que estão presentes entre o mês de julho e novembro nas nossas águas do norte.

PE – Quais as espécies que mais pescas nessas águas?


RS - As espécies mais pescadas nas nossas águas são no inverno o bacalhao e a faneca, no verão as solhas, linguados etc... e no outono Robalo, badejo e bacalhao.

PE - Para além da pesca embarcada quais são as outras modalidades de pescas que praticas?

RS - Eu dedico-me inteiramente á pesca embarcada é a minha grande paixão!
PE - Que linhas e anzóis preferes?

RS - Em relação às linhas o Seaguar, os anzóis da Gamakatsu e da Sasame.

PE - Atualmente, qual ou quais os teus pescadores preferidos? Nacionais e estrangeiros?


RS - A nível nacional os pescadores que mais admiro são o Cláudio Cristovão e o Silvio Santos pela sua humildade. A nível internacional Marco Volpi é uma máquina!

PE - Quais os locais que mais gostas de pescar?


RS - A costa Algarvia, sempre me deu boas sensações em termo de pesca, claro ;-)

PE - Que conselho dás aos mais novos que estão agora a começar?

RS - O conselho maior que dou é terem muita paciência, até conseguirem começar a por em prática o que imaginam. Que pesquem que se divirtam e que aprendam.  Que tentem ser humildes,  justos e que tenham confiança neles próprios, observar os outros Atletas com mais experiência sem ter medo de imitá-los. Não sejam impacientes, todos os dias são diferentes. O que interessa é pescar.
PE - Algum agradecimento especial?

RS - Gostava de agradecer a todos os que me têm ensinado e em especial à minha família que sempre me tem apoiado no tempo que se investe na pratica desta modalidade.
 
Share |
 
 


CURRENT MOON

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Privacidade Copyright © 2010 - 2014 www.pesca-embarcada.com Sobre